/ Dicas da Conseg

O que é uma administradora de consórcio?

05 Aug 20
2 min

A administradora de consórcio é sua aliada na conquista de um bem, mas é importante escolher a empresa certa. Saiba o porquê deste cuidado, clicando aqui.

A administradora de consórcio desempenha um importante papel. Isso porque contar com uma empresa especializada é fundamental para o consorciado, já que ela é responsável por organizar e gerenciar o consórcio.

Antes de pensar em investir em um consórcio, você deve levar em consideração qual é a administradora que vai contratar. Até porque uma má escolha pode colocar a perder tanto seu dinheiro quanto a compra de um imóvel ou veículo.

Quer saber mais sobre o papel da administradora de consórcio? Siga com a leitura.

Como funciona um consórcio?

Basicamente, o consórcio é formado por um seleto grupo de pessoas que contribuem mensalmente para adquirir um bem (automóvel ou casa, por exemplo).

O valor do bem é então dividido em um determinado número de parcelas, que dependem do tempo que irá durar o consórcio. Cada consorciado recebe uma cota.

O número da cota pode ser sorteado ou a pessoa pode dar um lance, recebendo da mesma maneira a carta de crédito para comprar o bem.

Qual o papel da administradora de consórcio?

Quem cuida de todo o processo que comentamos acima é a administradora de consórcio. Ela tem um papel importante, pois deve fazer tudo de forma legal e transparente para os consorciados.

É ela, por exemplo, que faz a análise da viabilidade econômica dos participantes. Além disso, também determina as regras de funcionamento, como sorteio e oferta de lances.

O setor de administradoras de consórcio vem aumentando cada vez mais, já que o número de pessoas que buscam por essa modalidade não para de subir. No ano passado, de janeiro a novembro, a venda de novas cotas de carros foi 8,8% maior do que no período anterior. Quase um veículo leve a cada quatro vendidos era de consórcio!

no consórcio de imóveis, a entrada de novos consorciados teve um aumento de 20,4% de janeiro a novembro de 2019, quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Os dados são da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios.

Quais as responsabilidades legais da administradora?

São diversas as responsabilidades da administradora de consórcio. Uma delas é a gestão dos valores das cotas. Além disso, deve organizar as assembleias e cuidar dos casos de inadimplência.

Fora as obrigações para com os participantes do grupo, ela também está subordinada à fiscalização e regulamentação pelo Banco Central. Isso significa que deve cumprir todas as exigências da legislação e dos normativos. Entre eles:

  • Realização de auditorias independentes;
  • Envio de balancetes do grupo e da administradora;
  • Publicação semestral das demonstrações financeiras.

Como escolher uma administradora de confiança?

A primeira dica é ver se a administradora de consórcio está cadastrada no Banco Central. Tente também buscar o máximo de informações sobre histórico e prestação de serviço.

Avalie se ela explica com clareza todos os detalhes no contrato. Entre os pontos a avaliar esta a taxa de administração, a forma de reajuste e o processo de contemplação. Inclusive, veja como é feita a comunicação dela para com os consorciados.

Enfim, cerque-se de todos os dados possíveis para que seu consórcio seja a realização de um grande objetivo.

---
Ainda tem dúvidas sobre o tema? Então, visite nosso blog e leia tudo sobre consórcio!

Por Conseg
Oferecemos as melhores opções de consórcio de automóveis e imóveis do mercado, com mais de 27 anos de história.

Fique por dentro das nossas novidades